Desde o início de 2019, atualizar boleto vencido não é mais necessário. Se o pagamento do boleto é aceito depois do vencimento, o próprio caixa ou internet banking atualiza o valor no momento do pagamento.

Atualizar boleto vencido não é mais necessário. Em 2018, entrou em vigor a Nova Plataforma de Cobranças, que registra todos os boletos emitidos no Brasil. Com o processo do registro, muda também a forma de atualização dos boletos vencidos.

Como assim?

Um grande benefício do registro de cobranças é simplificar o pagamento. Lembra que antes você precisava atualizar o boleto na plataforma ou no banco emissor para pagar o boleto? Agora, isso não é mais necessário.

Um boleto registrado pode ser pago em qualquer banco depois do vencimento, até a data limite de pagamento, sem ser atualizado antes. A atualização com recálculo de multa e juros é feita no momento do pagamento, no banco, lotérica ou internet banking de sua preferência.

Mais fácil para quem emite o boleto, que não precisa se preocupar em atualizá-lo, e também para quem paga, que tem a comodidade de usar o banco de preferência.

Atenção: isso vale para os boletos que podem ser pagos depois do vencimento, até a data limite de pagamento. Para os boletos que não podem ser pagos depois do vencimento ainda precisa gerar um novo depois de vencido, beleza?

O que é a plataforma de registro?

É uma melhoria promovida pela FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), que visa dar mais segurança ao pagamento de boletos – dificultando fraudes e facilitando contestações. Os boletos passam a ser registrados na Comissão Interbancária de Pagamentos (CIP), que concentra todas as informações sobre o boleto e repassa essa informações para toda a instituição financeira.

A Nova Plataforma de Cobranças está em processo de implementação desde o ano passado e nós acompanhamos o cronograma da FEBRABAN no registro dos boletos. Desde o dia 27/10/2018, boletos de todos os valores devem obrigatoriamente ser registrados.



Tuesday, November 5, 2019





« Voltar